sexta-feira, 24 de março de 2017

Estar envolvida com a causa

Uma estratégia que me percebi que funciona muito bem comigo nesta tentativa de perder peso é estar a 100% envolvida com a causa, ou seja, ler livros sobre o assunto, assistir vídeos, pesquisar receitas, etc…

Já me tinha apercebido que quando me distraio, lá vem um bolo, ou uma comida menos apropriada. Esta semana me distraí e pumba: Um croissant! Depois vem o sentimento de culpa, derrota e o do “que se lixe”, e aí vira uma bola de neve.

O importante é saber que, se houve distração, não devemos sentir culpa, está feito! Bola para frente, passar uma borracha e evitar distrações… voltar a ler e pesquisar sobre receitas deliciosas e de baixo valor calórico, ler sobre casos de sucesso, etc…

Outra estratégia muito boa é a união com pessoas que estão na mesma luta, elas vão nos manter no foco e nós iremos querer retribuir. Há troca de ideias, de forças, de palavras positivas, de receitas e quando uma pessoa tropeça a outra, normalmente se esforça para dar força à companheira… é por isso que acho que a táctica dos “vigilante do peso” funciona, pena que não tenho na minha cidade. Já tentei criar uma grupo no facebook, mas ninguém aderiu… A minha ideia era fazer daquele grupo no face uma página de diário para colocarmos lá forças umas para as outras, resultados, ideias, receitas… tudo em vídeos e fotos, sendo um grupo fechado penas nós tínhamos acesso, isso para deixar as mais tímidas à vontade.

Actualmente estou a ler um livro sobre um homem que perdeu 50kg, está a me ajudar a manter o meu foco e amanhã vou a uma nutricionista vegetariana, estou a tentar não criar muitas expectativas sobre a consulta para não estragar no resultado, normalmente quando tenho muitas expectativa sobre alguma coisa sai-me furado.

Palavra chave: foco! Pois a dedicação de hoje é o resultado para o manhã!

quarta-feira, 22 de março de 2017

Emagrecer a mente

Eu já tinha ouvido falar de um livro que tem por título “pense magro”,
mas nunca o li. No entanto nem é preciso ler para saber do que se
trata: controlar a mente para emagrecer. Ultimamente tenho andado a
fazer isso de uma certa forma, pois ando a apostar na meditação.

 Eu andava muito ansiosa e com isso a minha necessidade de comer
aumentou muito, sobretudo doces. Mas tenho andado em pesquisar
juntamente com o meu marido na internet sobre encontrar uma forma
diferente de viver em busca da felicidade.

 O desafio de viver hoje em dia é conseguir chegar ao final de cada dia
sem que um único pensamento tóxico nos tenha passado pela mente, o que
é difícil, pois a vida está cada mais a exigir tudo de nós. Temos que
saber interagir com todo o tipo de pessoas e muitas delas nos tiram do
sério.

 Grande parte do meu tempo, eu passo no meu trabalho (como é normal) e
lá o ambiente não é muito feliz. Passamos por inúmeros momentos de
tensão ao longo do dia: gritaria, problemas para resolver por causa de
erros, clientes chatos, telefone que não pára. Para além disso tem o
tempo perdido em transportes e os problemas com os transportes… ao
final de um dia e nossa boa energia está esgotada! E contra isso que
tenho andado a lutar, pois noto que quanto mais me sinto feliz e em
paz menos tenho compulsão para comer.

 Adotei umas estratégias:
- A viagem que faço até ao trabalho dura 30 minutos, neste tempo leio e
venho a escutar umas músicas calmas;
- Vou à pé da estação dos barcos até o trabalho, evito me chatear com os
atrasos do metro e autocarro, e continuo a ouvir a música calma;
- Como sou a primeira a chegar, faço sempre uma oração de agradecimento:
agradeço o trabalho que tenho (muitos não tem), agradeço o meu salário
(muitos ganham menos que eu), agradeço a oportunidade de me relacionar
com os meus colegas que são pessoas que me vão ajudar a evoluir
espiritualmente e agradeço pela minha saúde;
- Ao longo do dia procuro não me chatear com ninguém, isto é mais
difícil, mas trata-se de um exercício diário;
- Em casa, não ligo a TV tantas vezes como era habitual e uso esse tempo
para ver vídeos no youtube sobre espiritualidade, tenho gostado de ver
os vídeos da Monja Cohen e Sadhguru;

 Ainda falta eu cultivar o hábito de meditar, mas ainda não estou a
conseguir desligar a mente quando é necessário, eu sei que é uma
questão de exercício e com o tempo chego lá.

 Eu noto que tentando ficar mais calma a minha compulsão diminuiu
bastante, já não sinto necessidade de preencher um vazio com comida
porque não há vazio, está tudo preenchido com espiritualidade.

 Namaste!

terça-feira, 21 de março de 2017

Medidas

Dando início ao meu projeto, já tirei as minhas medias para preencher no planner. Decidi ficar de olho dos meus resultados de duas em duas semanas, não é muito rápido e nem muito demorado.

Confesso que fiquei um pouco assustada com os resultados, por isso foi mesmo bom me ter medido, só assim para levar um tapa na cara da fita métrica e querer revidar na próxima medição que será dia 03/04/2017.


PESO: 89,900
CINTURA: 98CM
QUADRIL: 123CM
COXA: 73CM
BUSTO: 101CM
BRAÇO: 34CM
IMC: 33,02
Outra medição que acho importante e que não consegui fazer é da massa gorda e massa muscular, tudo porque a balança não quis colaborar... mas não faz mal, para já tenho que me preocupar com o volume.

Espero que consiga inspirar a v
ontade de luta de alguém por aí, se for o caso, anda daí!

segunda-feira, 20 de março de 2017

Planner fitness

Andei a tentar fazer um planner fitness para que serve de incentivo, onde eu poderia anotar os meus objetivos semanais e resultados. A ideia era ser eu mesma a criar no photoshop, mas infelizmente não tive tempo para o realizar...

Andei à procura na internet e encontrei um que está disponível para download: www.michellasouza.com.br


Vou começar já hoje!

Primeiras medidas:
1- Cortar o açúcar!
2 - Não falhar o exercício físico diário
3 - Andar sem dinheiro, para evitar cair em tentação

Eu li uma frase que não lembro quem escreveu, mas dizia mais ou menos assim: eu não tenho medo de falar, tenho medo de desistir. Por isso não podemos desistir nunca!

domingo, 19 de março de 2017

Mais perdida que cego em tiroteio

Já se passaram quase 3 meses depois da minha resolução de ano novo e continuo na mesma, muito perdida. A única resolução que deu certo até agora foi a decisão de me ter tornado vegetariana, não foi difícil.

Difícil está a ser perder todo o peso que eu recupere, depois de há dois anos e meio (mais ou menos) ter conseguido chegar nos 76kg, agora estou com 90kg novamente! Me sinto derrotada e sem forçar para retomar, a sensação que tenho é que minhas pernas estão pressas neste fim de poço e eu não consigo escalar para sair dele. Mas uma coisa é certa: desistir jamais! Nem que eu morra tentando.

Dia 25 de Março vou a uma consulta com uma nutricionista especialista em comida vegetariana, decidi fazer este investimento porque anda meio perdida e ando a consumir em demasia hidratos de carbono, apesar de complexos, mas em grande quantidade, e como não tenho ido ao ginásio este comportamento só tem me prejudicado.

Outro vício do qual preciso me libertar é o do açúcar. Ando muito viciada e não consigo passar um dia sem salivar por algo doce!

Hoje assisti um documentário no NETIFLIX que me deu um impulso e por isso estou aqui a escrever. O título é "Fat, sick and nearly dead" que traduzido é "gordo, doente e quase morto". É sobre um australiano que decide que tem que perder peso para recuar a saúde, enfim... a faz uma dieta de sucos detox durante 61 dias e só consome isso durante esse período. Ele consegue perder mais de 40kg durante este período. Não estou focada em fazer esta dieta, mas tudo o que foi discutido neste documentário me tocou e me fez pesar, sobretudo sobre a minha saúde.

A minha idéia é aumentar o consumo de vegetais e frutas na minha dieta para assim diminuir os hidratos de carbono... eu até tenho mesmo vontade de fazer a tal dieta durante um mês só para perder algum peso e tomar um impulso... mas como passo o dia inteiro no trabalho não é prático fazer isso. O que farei é substituir o jantar pelo suco detox, acredito que já será uma grande ajuda.

A utilização do blog, novamente, também vai servir de incentivo. Uma forma de não me sentir só.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Libertação do açúcar

Para começar já a entrar nos eixos e voltar a perder peso, vou me libertar do vício do açúcar. Eu gosto muito de beber chocolate quente e ainda acrescento dois pacotes de açúcar, isto vai acabar, aliás o chocolate quente está mesmo fora de cogitação, se eu quiser me refugiar em uma bebida quente que seja um chá!

Hoje vou estar em vigilância para barrar a entrada de qualquer alimento que possua açúcar. Sei que este alimento é viciante e deixar de o consumir é uma questão de hábito. Nos primeiros dias vou sentir muita falta, mas depois o meu corpo vai se habituar. Beber muita água vai ajudar, porque sentirei saciedade e não terei vontade de comer doces.

Vamos começar a ficar atentos a este vilão terrível e começar a dizer não para ele?